Breakfast @ Linkedin

Quantas vezes recebeu um currículo e que não lhe disse nada, ou pior ainda, entrevistou alguém e as dúvidas em vez de se dissiparem aumentaram ainda mais? Sinceramente já me aconteceu e não foram assim tão poucas as vezes. A capacidade de cada vez mais pessoas saberem gerir e controlar as ferramentas clássicas de marketing Pessoal tem trazido uma parte teatral e plástica no trabalho diário a nível de recursos humanos.

A capacidade de poder conhecer melhor o percurso profissional, académico de alguém ao longo do tempo e compreender como procura criar relacionamentos no mercado de trabalho ou como se apresenta a este é algo que nem sempre é possível ver através de um currículo que nos é enviado ou durante uma entrevista de emprego, porém com redes como o LinkedIn é possível fazer um acompanhamento directo de potenciais recursos e pessoas de interesse ou mesmo apresentar um projecto a pessoas que de outra forma poderão ser inacessíveis.

Lidar com o LinkedIn numa base diária pode aumentar de forma muito rápida e simples a base de contactos e relacionamentos com quem tem o mesmo tipo de interesse profissional, bem como para acompanhar potenciais recursos e seu percurso, para além de ser uma óptima ferramenta de partilha de informação e debate entre pares. Esta rede social conseguiu ao longos dos anos tornar-se num canal de excelência para as áreas de recursos humanos, bem como para a definição de estratégias de comunicação mais focadas em B2B que levam a uma maior interligação não só de pessoas com interesses semelhantes, como também com marcas e especialistas que promovem a partilha de conhecimento com o intuito de estabelecer relacionamentos fortes, duradouros e no final da linha negócios!

Quantas vezes recebeu um currículo e que não lhe disse nada, ou pior ainda, entrevistou alguém e as dúvidas em vez de se dissiparem aumentaram ainda mais? Sinceramente já me aconteceu e não foram assim tão poucas as vezes. A capacidade de cada vez mais pessoas saberem gerir e controlar as ferramentas clássicas de marketing Pessoal tem trazido uma parte teatral e plástica no trabalho diário a nível de recursos humanos.

A capacidade de poder conhecer melhor o percurso profissional, académico de alguém ao longo do tempo e compreender como procura criar relacionamentos no mercado de trabalho ou como se apresenta a este é algo que nem sempre é possível ver através de um currículo que nos é enviado ou durante uma entrevista de emprego, porém com redes como o LinkedIn é possível fazer um acompanhamento directo de potenciais recursos e pessoas de interesse ou mesmo apresentar um projecto a pessoas que de outra forma poderão ser inacessíveis.

Lidar com o LinkedIn numa base diária pode aumentar de forma muito rápida e simples a base de contactos e relacionamentos com quem tem o mesmo tipo de interesse profissional, bem como para acompanhar potenciais recursos e seu percurso, para além de ser uma óptima ferramenta de partilha de informação e debate entre pares. Esta rede social conseguiu ao longos dos anos tornar-se num canal de excelência para as áreas de recursos humanos, bem como para a definição de estratégias de comunicação mais focadas em B2B que levam a uma maior interligação não só de pessoas com interesses semelhantes, como também com marcas e especialistas que promovem a partilha de conhecimento com o intuito de estabelecer relacionamentos fortes, duradouros e no final da linha: negócios!

Artigo de Opinião publicado na Meios&Publicidade de 15 de Julho de 2011

 

Deixe o seu comentário